Olá.

Se você está lendo esse artigo, é possível que esteja compartilhando da mesma dúvida de grande parte de nossos colegas de profissão.
O que acontece, é que muita gente diz ser a mesma coisa, quanto na verdade não é. Até que em algumas receitas a gente consegue utilizar um ou outro, como em cremes por exemplo. No entanto, quando partimos para bolachas e biscoitos, substituir um deles pode causar um enorme desastre.
Em 20 anos, não conheci nenhum vendedor que não oferecesse amido no lugar de polvilho e vice-versa, alegando ser a “mesma coisa”.
As diferenças práticas você vê naquele amanteigado sem liga, ou na tentativa de fazer pão de queijo.
Mas afinal, qual diferença?

Vamos a elas:

•Amido é o produto extraído das partes aéreas dos vegetais, como sementes. Isto é, o amido é retirado do que está acima da terra. Exemplo comum é o milho de onde extraímos o “amido de milho e o arroz que obtemos o “amido de arroz”.

•Polvilho, ou fécula é o que se extraí das partes subterrâneas das plantas, como tubérculos, raízes e rizomas. Isto é, o que é extraído do que está abaixo da terra. Os exemplos são a “fécula de batata” e a “fécula de mandioca”.

Outra questão intrigante, é a diferença entre “polvilho doce e polvilho azedo”, que são práticas a mesma coisa, diferenciando-se pelo processo de secagem. Ambos são obtidos pela secagem no sol, no entanto o polvilho azedo passa por um período de fermentação por uns 15 dias, antes do processo de secagem ao sol.

Espero que tenha gostado dessa matéria, e que nos prestigie com sua visita no Padaria.facil, mais vezes.
Periodicamente estamos com receitas ou curiosidades sobre panificação e confeitaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.